Hiperplasia da Próstata (próstata Aumentada)

A hiperplasia também é chamada pelos médicos de “próstata aumentada” porque é uma condição onde a próstata dos pacientes cresce e aumenta de tamanho.

  • 29/06/2022 às 16:30:00
  • Fonte: Tele Medicina Morsch
[Hiperplasia da Próstata (próstata Aumentada)]
Hiperplasia da Próstata (próstata Aumentada)

Hiperplasia. O que significa?

Pacientes acometidos por essa condição apresentam um crescimento anormal no volume de células prostáticas.

Como consequência, a uretra é comprimida.

Por isso, relatos de dificuldades na micção são comuns.

Constam na descrição do CID os seguintes termos:

  • Adenoma (benigno) da próstata
  • Aumento (benigno) da próstata
  • Fibroadenoma da próstata
  • Fibroma da próstata
  • Hipertrofia adenofibromatosa da próstata
  • Hipertrofia benigna da próstata
  • Mioma da próstata
  • Obstrução prostática SOE.

Exclui: neoplasias benignas da próstata, outras que não adenoma, fibroma e mioma de próstata (D29.1).

O CID N40 não possui subcategorias.

Conduta médica para o CID N40

Neste tópico, cito recomendações para diagnóstico e manejo de pacientes com CID N40.

Elas são baseadas no Protocolo para Hiperplasia Benigna da Próstata da Associação Europeia de Urologia (em inglês).

Exame clínico

Na anamnese médica, o protocolo recomenda a análise da história clínica, a fim de checar causas de sintomas do trato urinário inferior.

Para a avaliação dos sintomas, a aplicação do questionário IPSS é indicada.

São indispensáveis durante o exame físico:

  • Exame de toque retal digital (TR)
  • Exame neurológico básico.

Exames laboratoriais

Para complementar o diagnóstico, a entidade recomenda a realização de exames como:

  • Antígeno prostático específico (PSA)
  • Dosagem de creatinina
  • Exame de urina
  • Urofluxometria
  • Volume residual pós miccional.

Medicamentos

São alternativas para o tratamento medicamentoso do CID N40:

  • Alfa-bloqueadores como alfuzosin, doxazosin, tamsulosin e terazosin, para pacientes com sintomas moderados e graves
  • Inibidores de 5-alfa-redutase como finasterida e dutasterida para pacientes com sintomas moderados e graves e próstata aumentada (>30-40 mL)
  • Alfa-bloqueador associado a 5-alfa-redutase.

Tratamento cirúrgico

O protocolo considera opções de primeira linha:

  • Incisão transuretral da próstata (ITUP) para próstatas com <30mL e sem lobo médio
  • Ressecção transuretral da próstata (RTUP) para próstatas entre 30-80mL
  • Prostatectomia aberta para próstatas maiores do que 80mL.
  • São alternativas à cirurgia as seguintes terapias:
  • Eletrovaporização transuretral
  • Tratamentos com laser
  • Termoterapia transuretral com microondas (TUMT, na sigla em inglês).
  • Devem ser implementadas em situações específicas:
  • Colocação de cateteres prostáticos (stents)
  • Ultrassom focalizado de alta intensidade
  • Quimioablação da próstata
  • Termoterapia induzida por água (WIT) 
  • Energia do plasma em ambiente salino.
  • Compartilhe e Avalie esse Post

  • votos

Deixe seu Comentário! Queremos saber sua opinião!


[Envie seu Orçamento pelo WhatsApp]
Envie seu Orçamento pelo WhatsApp