Imunidade: Como o Leite materno Protege o Organismo do Bebê

O Leite materno possui anticorpos e outros organismos que fortalecem o sistema imunológico do Bebê.

  • 13/08/2021 às 18:30:00
  • Fonte: Danone Nutricia
[Imunidade: Como o Leite materno Protege o Organismo do Bebê]
Imunidade: Como o Leite materno Protege o Organismo do Bebê

O leite produzido pelo corpo humano é o melhor alimento para o bebê: ele contém equilíbrio de gorduras, carboidratos e proteínas na medida exata para promover o crescimento saudável. Dentre seus benefícios, ele ajuda a fortalecer a imunidade.

Isso acontece porque o leite materno possui substâncias que beneficiam o sistema imunológico da criança, como anticorpos, fatores imunes, enzimas e células brancas do sangue. Tais componentes protegem o bebê contra uma série de doenças e infecções não só enquanto está mamando, mas também depois de ele ter desmamado.

Imunidade e Leite Materno

Todos os bebês recebem alguma proteção antes de nascer, pois a mãe passa os anticorpos para o feto pela placenta. Mesmo após o parto, essas substâncias continuam circulando no sangue do bebê e garantindo certa defesa.

Mas as crianças amamentadas ganham uma proteção extra fundamental. Se a mãe fica resfriada durante a amamentação, por exemplo, os anticorpos produzidos pelo seu corpo para combater a condição também serão transmitidos por meio do leite. Eles irão ajudar o pequeno a desenvolver sua imunidade mais rapidamente e a evitar o desenvolvimento de outras viroses similares.

A proteção conferida pelo leite também diminui as chances de o bebê sofrer com infecções nos ouvidos, vômitos, diarreia, pneumonia, infecções do trato urinário e até certos tipos de meningite.

Há ainda moléculas presentes no leite humano que reduzem o suprimento de vitaminas e sais minerais específicos que as bactérias que causam doenças necessitam para sobreviver no trato digestivo. Isso evita a multiplicação de organismos prejudiciais ao corpo.

A Primeira Vacina do Bebê

O leite materno é poderoso desde a primeira mamada. O colostro, primeiro leite secretado pela mãe, é um líquido com aparência de água de coco rico em proteínas e anticorpos. Por isso, é considerado a primeira vacina do recém-nascido. Amamentar o pequeno logo após o nascimento é, portanto, fundamental. Amamentar o pequeno com o colostro é uma das formas de proteger seu corpinho em formação.

A Sociedade Brasileira de Pediatria recomenda o aleitamento exclusivo nos primeiros seis meses de vida do bebê e complementar até no mínimo os dois anos de idade.

  • Compartilhe e Avalie esse Post

  • votos

Deixe seu Comentário! Queremos saber sua opinião!


[Envie seu Orçamento pelo WhatsApp]
Envie seu Orçamento pelo WhatsApp